'Normalmente em Maio, fico com saudades de Vegas. Saudades de uma cidade que nunca visitei'

28 de Maio de 2014 às 17:34

Sempre que se aproximam as World Series of Poker, a ideia de viajar até Las Vegas começa a pairar na minha cabeça, não como uma obsessão mas como um daqueles items que gostaria de riscar da minha bucket list.

Sendo um apaixonado da cultura norte-americana, das suas cidades, e da forma como os seus desportos são tratados (seja a nível de formação, ou a nível profissional), sei que Las Vegas é tudo menos a cidade mais americana da América.

Las Vegas é um mundo em si, onde a principal preocupação dos seus responsáveis é fazer com que o visitante que se desloque a esta cidade no meio do deserto, tenha a vontade de gastar o máximo de dinheiro. E não falo sequer das mesas de jogo.

Para que um visitante tenha vontade de gastar dinheiro, o "produto" em venda tem de agradar e em Vegas há tudo do bom e do melhor, e apresentado quase sempre de uma forma impossível de recusar.

Os fãs da culinária encontram aqui restaurantes de alguns dos maiores nomes da cozinha mundial, os fãs dos espectáculos podem sempre encontrar diversos shows, desde os muitos artistas residentes aos espectáculos do Cirque du Soleil. E pelo caminho podemos ainda ter a sorte de apanhar uma tournée de uma grande banda ou de um comediante.

Apesar de não ter uma única equipa nas principais ligas desportivas profissionais, Vegas recebe os maiores combates de boxe e MMA do mundo, e ainda é possível seguir os maiores duelos desportivos do mundo, nos diversos bares e casas de apostas com televisões para todos os tamanhos.

Atravessar a Fremont Street deve ser fascinante, ali bem no centro da velha Las Vegas, onde estão situados alguns casinos emblemáticos. O centro agora revitalizado, de uma cidade feita em prol do cliente.

Ir ao outlet de Las Vegas, dizem ser um autêntico roubo à mão armada. E para quem, como eu, é um pouco mais alto que a média nacional, não me importava nada de perder umas horas entre lojas. Algo que por cá raramente faria.

Mas Vegas é isso mesmo, e foi feita para que as pessoas façam e se sintam à vontade para fazer, aquilo que raramente tentariam no seu dia a dia.

Tudo isto e ainda nem falei do poker. As mesas disponíveis 24 horas por dia, os torneios que se podem encontrar em cada canto da Strip, as World Series, o One Drop. Em que outra grande competição desportiva, um qualquer anónimo pode passar horas ao lado dos melhores do mundo, conversando com eles? Rindo com eles? E isto enquanto luta por um prémio que pode mudar a sua vida para sempre?

Normalmente em Maio, fico com saudades de Vegas. Saudades de uma cidade que nunca visitei, mas que me encanta. Fico à espera que os senhores do Euromilhões acertem nos meus números e aí instalar-me-ei durante uns 2-3 meses numa mansão com uma piscina a perder de vista, enquanto faço festas ao tigre do Mike Tyson.

Até lá, espero para ver se é este ano que terei o prazer de escrever sobre a vitória de um jogador português num evento World Series* em Las Vegas.

Fiquem bem,
Luís 'PavlovDoorman' Martins

 

*World Series of Poker de 2014 começaram esta madrugada



Comentários (4) Comentários


28 de Maio de 2014 às 21:09
xika PokerPT Autor verificado disse
Ia dizer-te que depois de lá ires, melhora. Mas não é verdade.

Todos os anos tenho saudades de Vegas (e acho que Vegas tem saudades de mim).

29 de Maio de 2014 às 10:45
kaks Autor verificado disse
E quando vais, nós ficamos com saudades tuas, Xika! Apesar da tua 'presença' constante aqui.

29 de Maio de 2014 às 15:39
Kingsbull Autor verificado disse
Eu tb fico com saudades de vegas...

29 de Maio de 2014 às 17:02
Pokerpiu1 Autor verificado disse
A unica vez que la fui foi em 2010 e fiquei 28 dias . Por mim ....ainda lá estava!

Os comentários efectuados por utilizadores não registados terão de ser aprovados por um moderador.
Pode fazer Login ou, se ainda não é membro, Registar-se de forma a poder comentar sem moderação.

Nome

Email
Resolver o enigma: 1 + 2


 

PavlovDoorman - Luís Martins

PavlovDoorman

Luís Martins

Luís Martins é o nome por detrás de PavlovDoorman. Trabalha no PokerPT.com desde 2007, sendo que em 2010 assumiu o cargo de Editor do site. A sua mente é por estes tempos uma pequena enciclopédia sobre o poker nacional e internacional...


Últimos posts